Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nem sabia o quão difícil era uma remodelação até remodelar a cozinha e a casa de banho da minha casa. Mais tarde remodelei todo o apartamento! Quero partilhar consigo dicas, como poupar, onde comprar e muito mais.

Nem sabia o quão difícil era uma remodelação até remodelar a cozinha e a casa de banho da minha casa. Mais tarde remodelei todo o apartamento! Quero partilhar consigo dicas, como poupar, onde comprar e muito mais.

Um dia à caça de decoração original e (sempre) útil!

Homem de Neve IKEA engraçado

 

 

Na segunda-feira 26 Dezembro passei metade do dia, literalmente, no IKEA de Alfragide. Adoro a loja e tenho com o IKEA uma relação de anos, sem qualquer motivo de queixume ou apontamentos negativos a fazer.

 

Como sabem, comprei casa no ano passado e como o dinheiro não estica, algumas coisas – principalmente decorações – acabei por deixar para segundas núpcias e agora finalmente deu para comprar mais umas coisitas.

 

A nossa ideia era ir lá comprar apenas cortinados para a sala e quartos. É verdade que compramos os cortinados (lindos! depois coloco fotos) mas acabamos também por ver e comprar diversos artigos decorativos, dos quais destaco:

 

  • Dois vasos com plantas de interior – uma Yucca Elephantipes e uma Dracaena;
  • Um tapete fofinho em lã para a sala, com 3,00 x 2,00 mt;
  • Incontáveis vasos, vasinhos, boiões, garrafinhas, etc etc....

 

 

 Yucca Elephantipe planta de interior

Yucca Elephantipe de interior

 

 dragoeiro DRACAENA MARGINATA planta interior 1.2m

 Dragoeiro - Dracoena Marginata de interior

 

  

Acabei por gastar mais do que queria inicialmente, mas honestamente, já estava na altura de afinar a decoração e fiquei com a casa muito mais confortável e acolhedora!

 

Entretanto e como levei uma verdadeira injeção decorativa (5 horas...), acabei por me pôr a ver ideias originais de artigos decorativos para a cozinha, que é a zona da casa onde mais tenho de investir em decoração porque é bastante grande e está demasiado despida para o meu gosto.

 

 

Ideias de artigos de decoração originais para cozinhas

Um dos site que adoro visitar é o da Neiman Marcus, porque encontro lá sempre imensas ideias inovadoras que depois tento comprar mais por perto, ou então, muitas vezes compro diretamente na loja online deles porque os preços não são muito caros.

 

Como fazem entregas em Portugal e ainda por cima, já incluem as despesas de importação, o preço que pagamos é mesmo o preço final o que é ótimo para evitar surpresas de última hora!

 

Várias vezes encontro lá descontos muito apelativos, de 50% ou mais, por isso é mesmo de aproveitar e ir passando.

 

Outro dos websites que tenho por hábito visitar é o Uncommon Goods que como o nome indica, tem diversos artigos incomuns e que me agradam bastante. Apenas uma palavra de atenção, alguns dos artigos não estão disponíveis para envio para fora dos Estados Unidos por isso, cuidado com os entusiasmos.

 

 

 

Espero que gostem das sugestões e já agora enviem para cá as vossas preferências!

Tudo sobre relva artificial para jardins!

 

Quando me mudei para a minha nova casa tive de tomar uma opção quanto ao que fazer no meu jardim.

 

Na altura, os cerca de 250 m2 de jardim estavam apenas com terra batida e sempre que se levantava um pouco de vento, o pó andava todo no ar, sujava a roupa a secar no estendal e entrava em nossa casa.

 

Era óbvio que teria de fazer algo. Tinha na altura algumas opções para o jardim:

  1. Colocar deck compósito;
  2. Colocar relva natural;
  3. Colocar relva artificial;
  4. Fazer um jardim de pedras/seixos;

 

Por uma questão de falta de tempo para a manutenção e também por temer contas de água astronómicas, acabei por não avançar com a relva natural.

 

Ao mesmo tempo e apesar de gostar de jardins com pedras, não queria que todo o jardim tivesse apenas pedras porque daria – na minha opinião – um ar pouco acolhedor.

 

O deck, apesar de ficar muito bonito, também não era opção para todo o jardim porque além de ficar um pouco estranho, ficaria muito caro até porque o preço do m2 de deck em compósito fica entre os 30-40€. Acabei por colocar uma parte em deck mas não a maior parte.

 

Assim, e como já tinha excluído as 3 opções, para poder avançar e decidir qual a relva artificial a comprar fui pesquisar preços.

 

 

Preços de relva artificial

 

O preço da relva artificial depende muito da qualidade do material utilizado, da densidade e da espessura.

A largura dos rolos, pelo que percebi, é bastante similar entre as várias marcas e tipos diferentes de relva, tendo todos os rolos 2 metros de largura, com comprimentos variáveis entre os 5 e os 15 metros.

 

Para terem uma ideia das diferenças de preço dos vários tipos de relva artificial:

  • Relva com espessura aproximada de 6-8mm e uma densidade de 8.000-8.500 fios por m2, ficava por cerca de 4 a 4,5€ já com Iva incluído.   
  • Relva com espessura aproximada de 30mm e uma densidade de 15.000-16.000 fios por m2, ficava por cerca de 13 a 14€ já com Iva incluído.

 

A minha escolha recaiu na opção mais cara essencialmente por 3 razões:

  1. A relva mais barata não parecia relva verdadeira, os fios eram demasiado afastados entre eles.
  2. A relva mais cara, além de ter um impacto visual mais significativo também apresentava melhor qualidade e tinha uma garantia de 8 anos (contra os 3 anos da mais barata).
  3. A relva mais cara é resistente a raios UV, o que significa que não muda muito a tonalidade, nem fica queimada quando é sujeita a muito calor e na zona onde moro faz muito calor no verão.

 

Relva artificial sintetica boa qualidade

 Acabei por escolher uma relva artificial de alta qualidade apesar de ser mais cara.

 

 

Onde comprar relva artificial?

A primeira ideia que nos salta à cabeça é passar no Maxmat, AKI ou Leroy Merlin (os dois últimos pertencem ao mesmo grupo) e fazer lá a compra. Esta é uma má ideia!

 

Pelo que me apercebi, os preços estão muito inflacionados nestas superfícies comerciais. O ideal é comprar em casas especializadas porque além de ser mais barato, ainda nos dão concelhos muito práticos e úteis para a instalação, o que nem sempre acontece nas outras superfícies comerciais mencionadas.

 

No meu caso, optei por comprar num fornecedor em Azeitão, que além de me vender a relva a um excelente preço, ainda me deu umas boas dicas de instalação da mesma.

 

 

Como aplicar a relva artificial

 

Temos sempre de começar pela base e vai precisar de um terreno bem alisado e uniforme.

 

No meu caso, como o jardim estava todo em terra, tive de começar por bater e alisar bem a terra, colocar uma manta geotérmica (necessária para impedir que outras plantas germinem por baixo), espalhar pó de cimento e gravilha, voltando a alisar novamente.

 

Após isso, comecei a estender os rolos de relva artificial, sempre na mesma direção do pelo. A minha ideia foi ir encostando uns rolos aos outros e depois ajustar e fazer recortes conforme a necessidade.

 

Quando completei o puzzle e vi que ficava com um bom aspeto, fui buscar um pouco de manta geotérmica, cortei tiras ao correr das junções do rolo e utilizei-a para juntar as peças, com um pouco de cola específica para isto.

 

Este é o trabalho mais difícil! Após isto é apenas necessário alisar bem as junções, despejar os quilos de areia de sílica e com uma simples vassoura ir espalhando bem a areia, que vai ajudar a tapar alguns buracos que fiquem mais percetíveis no relvado.

 

E pronto, voilá um relvado novo!!!   

 

Se ficaram com algumas dúvidas na leitura do processo acima, deixo abaixo um vídeo sobre como aplicar relva artificial que me ajudou imenso:

 

 

Update a 30.03.2022

Passados 6 anos deste post e da aplicação da relva artificial, posso dizer com toda a segurança que esta é mesmo uma boa escolha! 

A relva não mudou de cor, nem ficou queimada. Continua exactamente igual como no dia em que a comprei. 

Tenho a certeza absoluta que foi um excelente investimento e aconselho-o, caso queiram a minha opinião.

 

Update a 29.04.2023

A relva artificial continua em excelente estado de conservação! Nem sequer a rego quando está muito calor (em Azeitão por vezes temos temperaturas perto dos 45-46º). Já agora, podem ver aqui o meu projeto de cerca de madeira para o jardim.

 

Dúvidas? 

Força deixe um comentário abaixo.

 

Um abraço

 

 

  

Cozinhas por medida - o que deve saber!

cozinha moderna americana com ilha 2017

 Cozinha tipo Americana de linhas modernas.

 

 

Já disse antes que ando a pensar em remodelar a cozinha e já pensei em várias opções. Comecei apenas a pensar numa nova bancada de cozinha mas recentemente tenho vindo a pensar em fazer uma cozinha por medida

 

Como tenho alguns conhecidos nessa área pedi-lhes ajuda e como as explicações que me deram fazem sentido, resolvi partilhar convosco:

 

Há cada vez maior procura por cozinhas feitas à medida por parte de proprietários que desejam dar um toque pessoal e exclusivo à sua cozinha, mantendo a qualidade a um preço controlado.

 

Assim é porque como eu, talvez não estejam muito por dentro do que é necessário para se mandar fazer uma cozinha, resolvi escrever um pouco sobre o que aprendi que se deve saber e fazer antes de considerar esta possibilidade.

 

 

Vantagens de fazer uma cozinha por medida

 

Existem muitas vantagens em fazer cozinhas por medida, das quais, destaco as seguintes:

 

  • Pode escolher a qualidade dos materiais a utilizar na sua cozinha;
  • Pode garantir uma melhor relação preço-qualidade;
  • Determina sempre o preço que está disposto a pagar;
  • Definir dimensões e características mais incomuns;
  • Dar um toque pessoal ao design da sua cozinha;

 

É claro que será sempre mais fácil – ou deveria ser – comprar uma cozinha já modulada e pré-fabricada e escolher um de vários designs disponíveis, mas ao comprar uma cozinha pré-fabricada tem de entender que não está apenas a pagar uma cozinha.

 

Na realidade, o valor que está a pagar pela sua cozinha estará inflacionado por várias coisas, entre as quais a marca, o espaço onde se encontra, a publicidade e quando chegar ao final das contas, a cozinha custou-lhe mais 30-40% do que o seu valor real!

 

 

Cuidados a ter ao fazer uma cozinha por medida

 

Nada tem apenas o lado bom e neste caso acontece o mesmo. Existem alguns cuidados a ter se pensa contratar uma empresa especializada em cozinhas para materializar o seu projeto. Abaixo deixo alguns cuidados que deverá sempre considerar:

 

 

Escolha especialistas experimentados no estilo de cozinha que deseja.

Não basta ser carpinteiro para saber fazer cozinhas. Além disso, existem vários tipos de cozinhas. O que necessita é de alguém especializado no tipo de cozinha que deseja. Existem fabricantes de cozinhas que talvez estejam mais habituados a trabalhar com madeira e que talvez não lidem tão bem com mármore, pedras ou Silestone;

Dica: procure por um fabricante estabelecido à vários anos e com boas referências de trabalho no tipo de cozinha que deseja, não vá apenas pelo mais barato ou o mais próximo de si.

 

 

Tire as medidas corretas à sua cozinha.

Uma cozinha bem-feita não depende apenas da capacidade artesã do fabricante, na realidade é impossível fazer uma obra destas sem que as medidas tenham sido corretamente tiradas e confirmadas.

Dica: é melhor deixar que seja um profissional a tirar as medidas da sua cozinha. Dessa forma, além de garantir que as medidas ficam mais bem tiradas, também acaba por responsabilizar a empresa que vai fazer e montar a sua cozinha.

 

 

Mostre imagens de cozinhas que lhe agradem para explicar o que quer.  

Tentar passar para o papel uma ideia que tem na sua cabeça pode ser um problema sério. O melhor a fazer é tentar encontrar imagens que se aproximem do que deseja. Se pesquisar por imagens de cozinhas modernas vai de certeza encontrar muita matéria interessante.

Dica: insira o tipo de cozinha que procura nas palavras-chave da pesquisa: “cozinhas modernas de linhas direitas” ou “cozinhas rusticas em madeira”.

 

 

Não escolha o primeiro fabricante de cozinhas que lhe aparecer.

É pouco provável que alguém entregue uma obra desta envergadura ao primeiro fabricante que lá passar em sua casa, mas é sempre bom reforçar isto: peça sempre um mínimo de 3 orçamentos. Além de comparar os orçamentos tendo em atenção que compara os mesmos tipos de materiais, tempo de fabrico e montagem, pergunte sempre qual a garantia associada à cozinha e as diferentes materiais que a compõem.

Dica: peça que os fabricantes lhe indiquem por escrito porque deveria mandar fazer a sua cozinha na empresa deles. Geralmente vai receber boas indicações que o poderão ajudar a decidir com qual dos fabricantes quer trabalhar.

 

 

Negoceie sempre orçamentos fechados.

Depois de ter vários orçamentos e de escolher o fabricante da sua cozinha, confirme sempre que não existem valores variáveis no orçamento escolhido. Ao aceitar um orçamento, este deve já contar com os custos para as medições, fabrico e montagem de todos os módulos da cozinha, bem como a inclusão de uma garantia, que no caso de materiais como bancadas é muitas vezes superior a 10 anos.

 

Estes foram alguns dos pontos que eu aprendi sobre o que devemos saber antes de fazer uma cozinha por medida.

 

Gostou? Tem sugestões a fazer? Comente abaixo!

 

Deixo-vos com mais um exemplo de uma cozinha de que gostei muito 

 

cozinha moderna linhas brancas 2017